quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Manifestações do Amor Divino!

Pensamento para o dia 15/12/2016

Um indivíduo, de acordo com antigas escrituras, não é meramente uma coleção coordenada de membros, sentidos e sensações. Ele é tudo isso e é governado pela inteligência, que é aguçada pelos modos e memórias obtidos através de muitos nascimentos. Essa inteligência em si é um instrumento com uma gama limitada de eficiência; há muitos objetivos que ele não pode alcançar. Esses objetivos preciosos só podem ser alcançados pela descida da Graça e do Poder de cima. A rendição completa do ego a esse Poder Divino lhe conferirá a Graça em recompensa. Vibheeshana foi capaz de se render e assim ele foi imediatamente aceito e recebeu a Graça do Senhor. Sugreeva levou muito mais tempo para chegar a esse estágio, pois sua fé pelo Senhor Rama era obstruída por dúvidas. Ele pensava: "O Senhor Rama tem a habilidade que Ele professa possuir? Ele pode destruir um adversário tão formidável como Vali?" Ele se rendeu apenas quando suas dúvidas foram esclarecidas. (Discurso Divino, 17 de março de 1966)

Sathya Sai Baba

terça-feira, 18 de outubro de 2016


Manifestações do Amor Divino!

Pensamento para o dia 18/10/2016

Muitos não estão preparados para respeitar seus pais. Você pode indagar sobre porque se deve respeitar seus pais. Sempre, qualquer que seja a ação que você empreenda, a reação virá a você no futuro. É seu dever respeitar seus pais por tudo o que eles lhe fizeram. Se, hoje, você mostrar respeito a seus pais, então seus filhos o respeitarão quando crescerem. Se fizer seus pais sofrerem agora, seus filhos farão o mesmo em retorno a você, e lágrimas fluirão de seus olhos. Se um aluno quer levar uma vida de segurança e felicidade no futuro, ele deve comprometer-se a levar uma vida adequada agora. É a beleza de seu coração que é importante. Não é a beleza externa do corpo que importa de modo algum. Quando você tem um coração puro e límpido, você terá a força para purificar o mundo. (Rosas de Verão nas Montanhas Azuis, 1976, Capítulo 13)

Sathya Sai Baba

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Sathia Sai Baba

Manifestações do Amor Divino!

Pensamento para o dia 30/09/2016

Qual é a qualidade mais importante de um ser humano? É falar a verdade. Falar mentira e irresponsavelmente não convém a um ser humano. Se você tolerar conversa inútil e indiscriminada, como isso pode ser chamado de verdade? De fato, a verdade deve dançar em sua língua. Antes de falar alguma coisa, você deve perguntar se é verdade ou não. "A verdade é uma, não duas." Se há dualidade, não pode ser verdade. Temos de falar apenas a verdade que emerge do nosso coração. O mundo inteiro emergiu da verdade e tudo se funde na verdade. As nuvens se movendo no céu às vezes obscurecem o Sol. Não é possível remover as nuvens. Elas simplesmente vêm e vão. Assim que as nuvens se afastam, o Sol resplandecente fica totalmente visível. Da mesma forma, somente quando as nuvens escuras das confusões em nosso coração são terminadas, a verdade se manifesta. (Discurso Divino, 29 de setembro de 2006)

Sathya Sai Baba

terça-feira, 20 de setembro de 2016

SEJA COMO A ÁGUA


Os homens deveriam
Ser como as águas
Que possuem a virtude
De serem úteis
A milhares de seres.
Já observou como elas
São benéficas?
Adaptam-se, moldam-se,
Abrem seu próprio caminho,
Fluem naturalmente
Doando a vida,
Sem importar-se
Com os resultados e frutos.

Seja como a água.
Deixe aflorarem
As virtudes supremas.
Nasça como as fontes,
De dentro para fora,
Doe-se como elas,
Para beneficiar o mundo.

Os eruditos nada sabem
Nem intuem sobre as virtudes
Porque são inconscientes
Desse processo natural de ser.

Fonte: Maha Gita Purusham do Bem-Aventurado
             Sri Maha Krishna Swami

domingo, 14 de agosto de 2016

A parábola do joio

24 - Outra parábolas lhes propôs, dizendo: 
O reino dos céus é semelhante a um homem
que semeou boa semente no seu campo;

25 - Mas, enquanto os homens dormiam,
veio o inimigo dele, semeou o joio no meio 
do trigo e retirou-se.

26 - E, quando a erva cresceu e produziu
fruto, apareceu também o joio.

27 - Então, vindo os servos do dono da casa, 
lhes disseram: Senhor, não semeaste boa 
semente no teu campo? Donde vem, pois, o joio? 

28 - Ele, porém, lhes respondeu; Um inimigo
 fez isso. Mas os servos lhe perguntaram: 
Queres que vamos e arranquemos o joio?

29 - Não! Replicou ele, para que, ao separar 
o joio, não arranqueis também com ele o trigo.

30 - Deixai-os crescer juntos até à colheita,
e, no tempo da colheita, direi aos ceifeiros:
ajuntai primeiro o joio, atai-o em feixes para
ser queimado; mas o trigo, recolhei-o no
 meu celeiro.




sábado, 16 de julho de 2016

Deus, as riquezas mal adquiridas e mal empregadas.

1- Atendei, agora, ricos, chorai lamentando, por causa das vossas desventuras, que vos sobrevirão. 2-As vossas riquezas estão corruptas, e as vossas roupagens, comidas de traça:

3- O vosso ouro e a vossa prata gastos de ferrugens, e a sua ferrugem há de ser por testemunho contra vós mesmos e há de devorar, como fogo, as vossas carnes. Tesouros acumulastes nos últimos dias. 

4- Eis que o salário dos trabalhadores que ceifaram os vossos campos e que por vós foi retido com fraude está clamando; e os clamores dos ceifeiros penetraram até aos ouvidos do Senhor dos Exércitos.  




Tiago 4,5

domingo, 24 de abril de 2016

A FÉ SEM OBRAS É MORTA

14- Meus irmãos, qual é o proveito, se alguém disser que tem  fé, mas não tiver obras? Pode, acaso, semelhante fé salva-lo? 

15- Se um irmão ou irmã estiverem carecidos de roupa e necessitados do alimento cotidiano,

16- e qualquer dentre vós lhes disser: Ide em paz, aquecei-vos e fartai-vos, sem, contudo, lhes dar o necessário para o corpo, qual é o proveito disso?

17- Assim, também a fé, se não tiver obras, por si só está morta.

18-Mas alguém dirá: Tu tens fé, e eu tenho obras; mostra-me essa tua fé sem as obras, e eu, com as obras, te mostrarei a minha fé.

19- Crês, tu, que Deus é um só? Fazes bem. Até os demônios creem e tremem.

20- Queres, pois, ficar certo, ó homem insensato, de que a fé sem as obras é inoperante?

21- Não foi por obras que Abraão, o nosso pai, foi justificado, quando ofereceu sobre o altar o próprio filho, Isaque?

22- Vês como a fé operava juntamente com as suas obras; com efeito, foi pelas obras que a fé se consumou, 

23-e se cumpriu a Escritura, a qual diz: Ora Abraão creu em Deus, e isso lhe foi imputado para justiça; e: Foi chamado amigo de Deus.

24- Verificais que uma pessoa é justificada por obras e não por fé somente.

25- De igual modo, não foi também justificada por obras a meretriz Raabe, quando acolheu os emissários e os fez partir por outro caminho?

26- Porque, assim como o corpo sem espírito é morto, assim também a fé sem obras é morta.



 TIAGO 1,2

sábado, 26 de março de 2016

OS BENEFÍCIOS DAS PROVAÇÕES

Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações, sabendo que a provação da nossa fé, uma vez confirmada, produz perseverança

Ora, a perseverança deve ter ação completa, para que sejais perfeitos e íntegros, em nada deficientes.



Tiago 1,2

sábado, 13 de fevereiro de 2016

O CIDADÃO DOS CÉUS

15-Quem, SENHOR, habitará no teu tabernáculo? Quem há de morar no teu santo monte?

2-O que vive com integridade, e pratica a justiça e, de coração, fala a verdade; 

3-O que não difama com sua língua, não faz mal ao próximo, nem lança injúria contra o seu vizinho;

4-O que a seus olhos, tem por desprezível ao réprobo, mas honra aos que temem ao SENHOR; 


5-O que jura com dano próprio e não se retrata;



6-O que não empresta o seu dinheiro com usura, nem aceita suborno contra o inocente.

Quem deste modo procede não será jamais abalado.


Salmo de Davi.
 

sábado, 2 de janeiro de 2016

Salmo 140

Livra-me, SENHOR,
do homem perverso, 
guarda-me do homem violento,

2 cujo coração maquina iniquidades
e vive forjando contendas. 

 3 Aguçam a língua como a serpente;

sob os lábios têm veneno de áspide. 

4 Guarda-me SENHOR,
da mão dos ímpios,
preserva-me do homem violento,
os quais se empenham 
por me desviar os passos.

5 Os soberbos ocultaram armadilhas
e cordas contra mim,
estenderam-me uma rede
à beira do caminho,
armaram ciladas contra mim.

6 Digo ao SENHOR: tu és o meu Deus;
acode SENHOR,
à voz das minhas súplicas.

7 Ó SENHOR, força da minha salvação,
tu me protegeste a cabeça
no dia da batalha.

8 Não concedas, SENHOR, ao impio
os seus desejos;
não permitas que vingue
o seu mau propósito.

9 Se exaltam a cabeça os que me cercam,
cubra a maldade dos seus lábios

10 Caiam sobre eles brasas vivas,
sejam atirados ao fogo,
lançados em abismos
para que não mais se levantem.

11 O caluniador não se estabelecerá na terra;
ao homem violento, o mal o perseguirá
com golpe sobre golpe.

12 Sei que o SENHOR manterá 
a causa do oprimido
e o direito do necessitado.

.13 Assim, os justos renderão graças
ao teu nome;
os retos habitarão na tua presença.

Amém!!!


Obs: Esse salmo me acompanha diariamente porque, em 2014/2015 fui vítima de difamação, certamente, a justiça será feita. E se aparecer nova difamação (Crime a ofensa à reputação)  recorrerei a justiça humana e pedirei indenização.

Sundari Devi