quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

O Momento de Tripura Sundari é na Lua Cheia



A Lua é o símbolo visível do Divino como desejo, amor infinito, perfeito, que transborda; ela representa a seiva da vida imortal, a felicidade total que muitas vezes se esconde permanecendo em um estado latente na essência de todos os seres humanos ou de qualquer criatura viva.

Para os sábios videntes que compuseram os Vedas, a energia sutil benéfica que emana da lua em alguns momentos específicos representa de fato o famoso e misterioso purificador de SOMA, Pavamana Soma que dá e ao mesmo tempo é, em suas formas refinadas e sublimes, o fascínio inefável, o sabor doador de euforia da existência , a essência da seiva nutritiva que mantém, regenera e anima a inteira vida humana, animal e vegetal no planeta.

A meditação profunda no chakra Soma  (centro de força secreta que está no plano sutil, no interior do crânio, abaixo do topo da cabeça, e que está intimamente relacionado com Sahasrara) é reconhecida como a mais eficaz e mais elevada forma  interior de adorar Tripura Sundari e pode acelerar extraordinariamente o progresso do aspirante espiritual.

No ciclo lunar há um momento muito importante, especialmente evidente na tradição astrológica oriental, que mostra como dois dias antes da lua cheia a sua influência é particularmente benéfica para o nosso planeta. 

É um dia privilegiado, conhecido como o dia da Beleza e da Harmonia Universal, em que um senso de proporção, harmonia e bom senso são muito mais facilmente acessíveis a todos os seres humanos.
É o dia em que podemos moderar as intenções e ambições egoístas, tornando-nos conscientes das nossas aspirações reais, sendo um dia que merece ser consagrado ao amor, à arte da beleza, às ações cheias de altruísmo. 

O resultado das observações sobre este período mostra como o dia de Tripura Sundari seja um dia para nos implicarmos em ações efetivas importantes,  em harmonia com as nossas aspirações , um dia em que podemos resolver muitos problemas existentes nas nossas relações, amplificar a criatividade, as aspirações artísticas, expressar nossos sentimentos e experiências (um dia perfeito para evocar o momento mágico do início de uma relação emocional, para nos deixar inspirar pelas coisas do coração, para seguir as intuições, superando o pragmatismo mental que muitas vezes é um grande obstáculo na harmonização do relacionamento de um casal). 

Para conquistar para sempre a boa vontade deste Grande Poder Cósmico, da Graça, do Amor e da Beleza perfeita devemos  sempre evitar tudo o que é feio, mau, esquisito, e devemos ser sempre cheios de alegria e animados por uma intensa confiança de que tudo o que nos acontece será sempre transformado pela graça milagrosa de Tripura Sundari, portanto, qualquer situação, não importa o quão desfavorável pareça no início, aparecerá como um bem superior em seguida.


A prática  perseverante (da meditação) supera todas as limitações e fraquezas para se chegar a uma perfeita fusão com Tripura Sundari.
Inspirado em um texto de Virgil Calin

Nenhum comentário: