sábado, 14 de dezembro de 2013



Retira do sono
As histórias
Das vidas acontecidas.
Deixa o vento
Espalhar a minha paz
Sobre os humanos
Amanhecidos.
 Repousa na própria fadiga
 O torpor dos dias
 Acontecidos
 A paz esmaga a solidão.
 A noite desenha
 Mistérios
 E faz inevitável
 O desejo de libertação.
 Tenho infinidade
 De olhos fixos
 E todos dirigem-se
 À eterna distância.
 Pedaços de água envolvem
 As formas dormidas.
 É o querer
 De toda a
 Essência.

 Fonte: Maha Gita purusham do Bem-aventurado
 Sri Maha Krishna Swami

Nenhum comentário: