terça-feira, 18 de junho de 2013

Capítulo XII

13. Aquele que não tem má-vontade para com ninguém, aquele que é cordial e compassivo, aquele que abandonou todo pensamento de "meu" ou "Eu", que considera iguais a dor e o prazer, que é paciente no sofrimento.

14. Aquele que está sempre contente, dotado da Ioga, autodisciplinado, de firmes convicções, aquele que dedicou sua mente e sua razão a Mim - tal devoto (bhakta) é muito amado por Mim.

15. Aquele que não perturba ao mundo nem é pelo mundo perturbado, aquele que está livre do regozijo, ressentimento, medo e vergonha - esse homem me é muito querido.

16. Aquele que não espera nada, aquele que é puro, hábil, indiferente, tranquilo, que não se entrega a novos compromissos - tal devoto é amado por Mim.

17. Aquele que não se regozija, não se lamenta nem se aflige, aquele que não cobiça, aquele que abandona o bom e o mau - tal devoto é amado por Mim.

Fonte: Bhagavad-Gita segundo Gandhi

Nenhum comentário: