quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Pergunta: - Mesmo os que se arrependerem ou regenerarem à última hora sofrerão os efeitos dolorosos dos próximos acontecimentos? Ou serão imediatamente afastados do teatro de operações?

Ramatis: - A massa passível de provação não poderá ser premiada "ex-abrupto", em consequência de adesão de última hora aos postulados do Evangelho. Cada alma tem que ser a tecelã de sua própria libertação espiritual. As condições energéticas que ela cria em si mesma, despertando-lhe os valores mais altos, é que realmente a conduzem para a "direita" ou para a "esquerda" do Cristo. Que adiantaria conceder autorização ao pássaro para voar, se as suas asas ainda não houvessem crescido? Essa regeneração de última hora, a que aludis, já vos indica que o espírito regenerou-se subitamente devido ao medo, à angústia, ou porque comprovou a realidade do "fim do mundo"... Pouco mérito terá, pois, para que seja afastado dos acontecimentos catastróficos. Se realmente estiver arrependido e regenerado, há que provar, à luz dos acontecimentos acerbos, a sua nova fé e a sua nova disposição espiritual. Uma renovação nessas condições mereceria a resposta que Jesus deu a Tomé: "Tu creste, Tomé, porque me viste; bem-aventurados os que não viram e creram". Bem-aventurados também - diremos nós - aqueles que se evangelizaram antes de precisarem colocar os dedos nas brasas dos acontecimentos profetizados para o fim dos tempos!..."

Fonte: Mensagens do Astral - Ramatis
           Obra psicografada por Hercílio Maes

Nenhum comentário: