quinta-feira, 23 de agosto de 2012


Mensagem do Mestre Akhenaton

Que a Luz Mística do Sol desça sobre vós, vitalize e faça renascer as flores do vosso jardim interno!

Que a Luz Mística do Sol faça surgir um nova primavera no vosso coração e em vossa mente para que as árvores internas da sabedoria novamente cresçam, estendam seus novos ramos, tragam novas folhas verdejantes, novas flores multicoloridas, e os frutos dos Sete Raios, os frutos do Caminho do Arco-Íris.

O chakra cardíaco, situado no centro do peito e tendo sua base física na glândula timo, é como um minúsculo sol irradiante que necessita diluir com sua Luz as nuvens negras dos pensamentos e das emoções negativas, das paixões e dos vícios para, deste modo, irradiar toda a sua força e para que seus raios, tanto internos como externos, façam com que o templo interno volte a ter a Luz Dourada do Sol Místico. Na grande maioria dos seres humanos, o chakra cardíaco está coberto de nuvens cinzentas, ou negras, e uma tempestade cai sobre ele. Tanto as nuvens como as tempestades são causadas por posturas erradas de pensar, agir, falar, sentir, e até de ouvir e pensar. Atraem outras nuvens negras e outras tempestades causadas por outros seres humanos e são atraídas pelas mesmas. Tudo isto provoca uma pressão intensa no chakra cardíaco, tanto de dentro para fora como de fora para dentro.

Quando não há nuvens a encobri-lo, esse chakra brilha como um minúsculo sol irradiando sua luz. Isto faz parte da estrutura espiritual e oculta da vida do homem.

Há um universo interno que todos precisam conhecer, tão rico e complexo como o externo, e que precisa ser desbravado. Este universo é um templo sagrado, um templo vivo com as energias divinas de Deus-Pai e Deus-Mãe criadores, e com as energias de amor-sabedoria do Filho, o Cristo-Maitreya. Suas portas e janelas de entrada estão obstruídas, e em muitos estão trancadas. É preciso desobstruí-las, destrancá-las, começando pelo chakra cardíaco, onde este sol místico interno busca irradiar seus raios para transformar, transmutar, purificar, e iluminar o templo e seus santuários sagrados.

Esta é uma realidade sobre a qual a humanidade não tem refletido. Vossos corpos são templos vivos e sagrados, onde habita a luz divina. Constitui um maravilhoso universo com múltiplas energias e muitas riquezas espirituais, mas poucos o reconhecem como tal.

De que servem leituras sem fim, exercícios que não funcionam, a fé sem a vontade? O amor foi trocado pelas emoções, pelas paixões, por orgulhos e vaidades. Até a violência tem sido justificada em nome do amor.

Vosso infinito rosário de vidas — como diz Mestra Rowena — possui quantas contas? E de que cor são essas contas? Cada existência vivida é como uma conta de um rosário, e sua cor é o resultado de todas as ações numa vida, ou seja, pode ter brilho ou não, pode ser branca, cinzenta, negra, azul, verde; isto depende do que foi feito numa vida, depende das emoções, dos pensamentos e das palavras de um ser humano. Na medida em que uma alma se aproxima de uma de suas metas importantes a ser realizada numa existência, vai se libertando das leis da encarnação e do karma; essas contas vão ficando cada vez mais claras, com cores vivas e brilhantes. Quanto mais avança no Caminho, mais essas contas vão se tornando mais brilhantes. Na união do eu inferior com o eu superior, a Alma e a mente começam a ficar cada vez mais iluminadas, e essas contas brilhantes, aos poucos, mais irradiantes e transparentes. Chegam a um ponto em que irradiam todas as cores do arco-íris. Quando a alma se funde com todas as suas contas é sinal de que se tornou um Mestre ou uma Mestra.

Não podeis mudar o tamanho das contas passadas, as suas cores, mas podeis ainda mudar a conta que representa esta vida. Podeis mudar as das próximas vidas, podeis ajudar a mudar as contas do rosário das vidas dos vossos semelhantes. Não dos que já partiram, porque a esses já não podeis ajudar a mudar, mas dos que estão ainda no vosso mundo, a fim de que suas contas se tornem mais irradiantes.

E o que o homem faz?

- Nada! Ou Quase nada! Ele só se preocupa com as suas contas quando desencarna. E quando seu Mestre lhe apresenta o seu rosário, ele se assusta e pergunta:

- Senhor, mas tive tantas contas pretas? Tantas marrons!? E há contas que parecem estar manchadas de sangue!

E o Mestre responderá:

- Todos os erros, as falhas, os apegos, assim como a violência, a ganância, o egoísmo, a maldade, o ódio, as tornam assim.

- Mas Senhor, há algumas que em parte são escuras e em parte são claras!

E o Mestre dirá:

- Nesta parte mais clara tentei carregar-te no colo, tentei te orientar e chegar mais perto de ti; representa a última metade de uma de tuas vidas, quando melhoraste. Contudo, na vida seguinte pioraste e a tornaste escura.

- Mestre, quero voltar a encarnar, porque agora vai ser uma vida onde vou formar uma conta de cor clara. Dá-me missões! Dá-me a oportunidade de servir!

E assim o tempo passa, ele encarna e desencarna, e retorna ao Mestre, que lhe diz:

- A cor da conta continua

- Senhor, me esqueci! Esqueci que precisava me sublimar e me transformar. Senti que devia trabalhar em mim e ajudar os outros, mas me esqueci!

Eis a história das almas!

Essas contas são simbólicas, fazem parte da simbologia do rosário utilizado por Mestra Rowena ao descrever sua experiência ao se tornar Mestra. Representam o conjunto de energias produzidas em cada vida, em cada existência.

Toda ação, todo pensamento, as atitudes e as palavras se traduzem em forma de energia e interferem na evolução individual e coletiva, seja de modo positivo ou negativo.

São as virtudes e as ações positivas, o trabalho e a entrega constantes, a doação e o auxílio que fazem com que as vossas energias internas fiquem mais claras, mais brilhantes. E quando desencarnardes, a conta do rosário será mais clara, mais irradiante, brilhante, maior que a última. A tonalidade das cores e do brilho, a transparência, a irradiação e o tamanho dependem exclusivamente de vós.

Procuramos vos ajudar, ensinar e orientar, trazendo uma base de ensinamentos, nossa experiência, sabedoria e técnicas para desbravardes e desvendardes os mistérios do vosso universo interno. É hora de crescer espiritualmente para vos libertardes, porque estais criando causas cujos efeitos serão colhidos na próxima vida. Estais transgredindo leis divinas e por elas respondereis na próxima vida. Portanto, nesta vida já estais fazendo a próxima conta do rosário. Estais presos a esse rosário e só o eliminareis quando as contas se tornarem claras, brancas, transparentes, irradiantes. Quanto mais brilhantes, maior é a força do sol que representa o chakra cardíaco. É a irradiação intensa desse sol que consegue transmutar e diluir as contas marrons, cinzentas e pretas das vidas passadas.

Ninguém pode eliminar as contas do vosso rosário, só vós mesmos.

Tendes de olhar as ações de hoje para que no futuro seus efeitos sejam de transformação contínua, de renovação, equilíbrio, paz e harmonia. A próxima conta vos espera, já como parte do resultado desta vida: tendes ainda a oportunidade de mudá-la, de provocar ações e causas que darão reações e efeitos de expansão, de iluminação, de serviço aos outros nas vidas futuras. Aí, ao desencarnardes, vereis essa conta quase branca.

Pensai bem, meditai. E quando estiverdes com problemas materiais e muitas dificuldades, lembrai-vos e indagai:

- O que estou fazendo para clarear esta conta do meu rosário?

- O que estou fazendo para facilitar a ação da minha Alma?

- Será que estou criando cores mais claras ou mais escuras?

- Será que estou aumentando minha conta, ou diminuindo? Será que a estou sutilizando, densificando-a ou cristalizando-a?

- Será que a minha forma de pensar, agir e falar estão contribuindo para que esta conta, que é a minha vida atual, me faça sair desta vida para uma melhor que a penúltima?

Isto deve estar sempre presente na vossa mente, deveis questionar sempre. Não deveis vos satisfazer com o que a personalidade diz: Está tudo bem! Muitos querem se vestir de energias brancas para dissimular as cores escuras que possuem dentro de si mesmos. O branco é a união das sete cores.

Então, vos deixo a chave, que é simples e fácil, por onde podeis clarear a conta de vossa vida.

Podeis procurar:

- Com que cor vou iniciar?

É muito simples! É pela cor do raio da vossa alma.

Também tereis de afastar as nuvens que cobrem o vosso santuário cardíaco e trabalhar para que o vosso chakra cardíaco seja um Sol Místico, que esteja ligado e recebendo os raios de outro Sol Místico. Cada raio desse Sol Místico é como um grande braço e uma mão tentando afastar as nuvens sobre o vosso santuário cardíaco.

Esse Sol Místico de que estou falando também se chama Cristo-Maitreya. Ele é como um Grande Sol Espiritual para a Humanidade. Então, vamos ligar-nos a Ele.

Vivência

Relaxai bem, respirando profunda e suavemente. Concentrai-vos um pouco no chakra cardíaco. Ligai-vos mentalmente à alma e ao vosso Mestre da Alma procurando sentir sua tônica, a vibração e suas energias. Visualizai que do nosso Sol, que todos conhecem, está saindo um outro Sol menor, e que este Sol menor é o Cristo-Maitreya.

Seus raios são como milhões de braços muito compridos, como se cada raio fosse um braço e uma mão. Esses raios, na forma de braços e mãos que representam o Sol Místico através do qual o Cristo se manifesta, estão chegando até vós, afastando as nuvens que estão sobre o santuário cardíaco, afastando as tempestades das emoções, dos maus pensamentos, das doenças, das dificuldades de todos os tipos, e tudo aquilo que dificulta que o santuário interno se expanda, abra suas portais e janelas, e deixe irradiar o sol místico do santuário cardíaco.

No centro desse Sol Místico do Cristo-Maitreya, Ele irradia um Foco da Energia Trina: Azul, Dourado e Rosa para o vosso coração místico, para o vosso pequeno sol místico no chakra cardíaco. Este foco de Energia Trina multiplicará a capacidade do vosso chakra cardíaco e aumentará a potenciação da energia do vosso sol místico, para que a Chama Crística comece a ser irradiada para todo o vosso universo interno, vos purificando, despertando, fazendo as ligações e as religações com os vossos chakras, com os vossos corpos, com os vossos estados de consciência, com a vossa alma. Assim, vossa vida poderá criar cores mais claras, mais irradiantes, mais brilhantes, e a conta que representa esta vossa vida crescerá. Que a irradiação do vosso sol místico se expanda em direção aos vossos semelhantes para que, como mãos e braços estendidos do vosso sol interior, ajude a afastar as nuvens que estão sobre os santuários dos vossos semelhantes. Que a Energia Crística Trina alimente o Sol Crístico nos santuários de cada um.

Agradecei aos vossos Mestres, ao Cristo-Maitreya e a todos os seres que vos auxiliaram a receber estas energias

Exercitai esta prática quantas vezes quiserdes, tanto individualmente como em grupo.


Que assim seja.



Nenhum comentário: